Lost (and Found) in Translation 7 - português


Nas conversas com outros tradutores, sempre aparece a questão do estresse. Com os prazos, óbvio, com tentar manter o equilíbrio entre trabalho e vida familiar, com a parte financeira, com conseguir novos clientes e manter os atuais, com a qualidade de trabalho feito, com a necessidade de estar sempre aprendendo mais e se especializando mais, e por aí vai. Manter a cabeça em ordem com tantas demandas dentro dela é complicado, e se algo se desvia do previsto o nível de estresse vai às nuvens. Aí a qualidade do trabalho sofre, e o equilíbrio entre vida pessoal e profissional vai pras cucuias. E tudo com consequências físicas, como dores no corpo, na cabeça, falta de concentração, irritação e outras coisas legais para a saúde. Um caso simples, de quando eu era uma “tradutora padawan” (à la Luke Skywalker), foi o de um job que veio num arquivo em formato pdf que era, sinceramente, uma caca. Por inexperiência, eu não tinha vistoriado o arquivo como um todo, tentado usar algum OCR na criatura pra ver que bicho saía dele, nada. E ele tinha pra mais de 50 páginas, e o deadline era apertadíssimo mesmo pra um arquivo Word vindo dos céus com os anjos me entregando na mão. Coisa de novata mesmo. O Mox já é experiente à beça, mas a sensação parece ter sido a mesma da tirinha abaixo.


Conforme você vai adquirindo calos na profissão (digo, experiência), você aprende o que tem que fazer, o que deve fazer, e o que não pode fazer. Mas volta e meia aparece alguma exceção, e tudo o que estava planejado precisa ser alterado, horários, compromissos, vai tudo pras cucuias. Às vezes até mesmo o sono. Como aliviar as consequências desses picos de estresse, ou mesmo de uma rotina em que o estresse está sempre presente? Fuçando pela rede, achei dois artigos muito interessantes. O primeiro é da Mayo Clinic, onde eu procuro informações para saciar a minha ânsia hipocondríaca, e trata de como aliviar os sintomas do estresse: Stress management. O segundo, da Reader’s Digests, traz dicas práticas de como se “despressurizar” e manter o estresse em um nível em que ele seja produtivo: 37 Stress Management Tips from the Experts.

Eu achei ambos interessantes e necessários. Com tantas atividades ao mesmo tempo, consigo imaginar uma válvula de panela de pressão no meu cocuruto, apitando e girando enquanto solta vapor.

Espero que você goste e ache útil também.

Me despeço de você com um abraço, até a próxima newsletter.

#freelance #stress #gerenciamentodotempo #bemestar #português

© 2011-2020 by Dani's Translations